divagações recentes

Tito Paris no Queens

Baía das Gatas 2009

Um minuto de silêncio

Massa sai do coma sem les...

Roberto Carlos: 50 anos d...

China: chileno ataca chin...

Entrevista com Tiken Jah ...

Shame on you

I feel free

Divagações politicas

últ. comentários

😍
Obrigado por partilhar a foto do Olhares.com!
Muito boooom!
So gente importante...
Meu deus...cmo pode ter acontecido isso? Tem que t...
E eu que esperava encontrar aqui um super post sob...
Nos livros do Asterix, estaria escrito " Estes rom...
Foi uma boa ideia, uma homenagem ao homem do " One...
E por falar em reggae , deixo o endereço do Grupo ...
Só agora tive tempo de responder, mas pensando bem...

pesquisar

 

divagações antigas

subscrever feeds

blogs SAPO

Links

Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Uma vida ... caminhos árduos

 

Um dia queria ser poeta, mas o destino fintou-me. Agora, apenas guardo recordações deste tempo passado, o sonho de criança desapareceu, mas as palavras ficaram ....

 

Vida,

Uma cantiga falada

águas com ódio da própria vida

 

Vida,

caminhos árduos e vencidos,

uma vez esquecidos, para sempre lembrados

 

Nas lembranças de um passado,

revives a tua própria melancolia

de ervas sem cor verde de esperança

 

Um  lamento soa tão baixo,

para alívio dos lamentosos

 

Não lamenta, crítica!

dá ao mundo a conhecer o teu rosto

não temes estarei ao teu lado, segurando as mágoas deste mundo

 

No caminho da vida

encontrei-te e perdi-te, e

hoje ando só ...

 

 

sinto-me:

divulgado por Retr@tos às 22:36

link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Praiamorena a 13 de Janeiro de 2009 às 10:47
Há um poeta aqui escondido ;)
Adorei o post...bela morna dedicada


De Trêza a 13 de Janeiro de 2009 às 10:48
Poeta é o que tem aberta a porta do entendimento que vai mais longe, é o que respira as emoções da beleza como da fealdade.

Poeta é o que sente.
Há poetas que não sabem escrever.

Há escritores de poesia que não são poetas.

Esta morna é uma ode à beleza de Cabo Verde, mas também é um riacho de emoções de quantos a conhecem, especialmente refrescante para quem está longe.

Para outros, é apenas motivo de inveja... (quando for grande vou visitar Cabo Verde!)


De Retr@tos a 13 de Janeiro de 2009 às 22:39
Obrigado pelas palavras ;) foi por acaso que encontrei este poema num caderninho já velho e decidi partilha-lo. Quem sabe teremos mais surpresas :D .Vamos ver


Comentar post

mais sobre mim

Follow me on

Horas em Cabo Verde

tags

todas as tags

Divagar & Divulgar

Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30